terça-feira, 7 de setembro de 2010

Casamento tradicional asiático


  • O Casamento Tradicional Japonês
As cerimônias mais populares são realizadas num santuário shinto, onde é feita uma oração e um discurso por um religioso que faz um ritual de purificação para todos os presentes, que são apenas a família dos noivos e os amigos mais importantes. No altar são colocados dois rosários budistas que simbolizam a junção de duas famílias em uma. Atualmente, muitos hotéis e locais para casamento já estão equipados para realizarem casamentos deste gênero, que custam muito caro.
As noivas dão muita importância as datas que são consideradas de sorte no calendário japonês para marcar o casamento, assim como as estações da primavera e outono, por causa do clima. Esses "dias de sorte" é o que levam dezenas de casais a se casarem ao mesmo tempo em locais públicos.

Durante a cerimônia no shinto, a noiva e o noivo entram por diferentes portas. O casal veste bonitos kimonos feitos de seda ou bordados. As convidadas mais novas e as amigas da noiva vestem cores fortes, enquanto que as convidadas mais idosas usam kimonos escuros. O uso de um kimono implica o uso dos chinelos tradicionais japoneses, meias brancas, um pequeno saco de mão para a mulher e um penteado apropriado que demora muito tempo a preparar. A noiva geralmente usa uma peruca.
O noivo costuma usar um kimono preto, enquanto a noiva usa um kimono branco chamado shiromaku (shiro = branco e maku = pureza) com uma peça muito elaborada que é colocada na cabeça, adornada com flores, pérolas e pendentes de ouro, todos eles significando boa-sorte para o casal. Durante o casamento a noiva troca de traje até cinco vezes, que são bordados e em outras cores.

Depois da celebração religiosa, é costume o noivo e a noiva trocarem votos e prometerem lealdade um ao outro durante a vida de casados, enquanto as duas famílias se olham frente a frente, em vez de olharem para o casal.

No ritual do sakê o noivo e a noiva partilham sakê sentados numa mesa em frente um do outro, olhando-se nos olhos, dão um gole ao mesmo tempo, tendo o cuidado de pousar os recipientes ao mesmo tempo também. Isto é feito com o intuito de não morrerem um antes do outro, ou seja, o que colocar primeiro o copo na mesa será o primeiro a morrer. Depois do ritual do sake, os noivos são considerados oficialmente casados.


  • O Casamento Tradicional Coreano
As cerimônias de casamento coreanas são extremamente coloridas. A noiva usa um hanbok (o vestido tradicional coreano para eventos especiais, que é colorido) e o noivo veste uma roupa que consiste em uma chigori (um tipo de jaqueta), Paji (calças) e um turumahi (sobretudo). A maioria é realizada na casa da noiva. O noivo entrega um par de gansos selvagens feitos de madeira para a noiva, como símbolo de sua devoção e compromisso para o casamento. O casal então faz uma reverência - a noivase curva duas vezes e o noivo faz uma vez, o que representa a harmonia entre o Yin (feminino, negativo, escuro) e Yang (masculino, positivo, brilhante), respectivamente.

Na Coréia, o casamento entre um homem e uma mulher representa a união de duas famílias, em vez da união de dois indivíduos. É muitas vezes chamado de Taerye (Grande Ritual), e ao contrário do Japão, várias pessoas participam.

O ponto principal da cerimônia é a partilha de um vinho especial branco chamado jong jung. Tradicionalmente, este vinho é servido em copos feitos de duas metades de uma cabaça, cultivadas pela mãe da noiva. A noiva e o noivo bebem apenas um gole de seus copos e, em seguida, o conteúdo dos copos é colocado na cabaça, misturado e bebido novamente. Esta é o kunbere, ou voto do casamento.

Entre os alimentos, em especial há castanhas e nozes gingko, que significam votos de fecundidade e de prosperidade. No final do casamento os convidados jogam nozes para a noiva, que tenta pegá-los com a barra do vestido.


  • O Casamento Tradicional Chinês
As celebrações chinesas são repletas de simbolismos e preparativos significativos. Se no ocidente o branco é a cor predominante dos casamentos, na cultura chinesa predomina o vermelho, desde o vestido de casamento até os envelopes para as ofertas aos noivos, os convites de casamento, a decoração, etc., pois vermelho representa o amor e a boa sorte. A escolha da data do casamento é um detalhe muito importante, e é escolhida sempre de acordo com a astrologia.


Nos dias que antecedem o casamento é costume a noiva chinesa se recolher junto com as amigas mais intimas, enquanto a festa de casamento é organizada pela família do noivo. O casal deverá ainda comprar uma cama nova de casal e usar lençóis vermelhos. Na noite da véspera do casamento acontece a cerimônia de pentear e desembaraçar os cabelos sob a luz da lua que significa a entrada na vida adulta e o desejo de descendencia, sendo que cada escovada, são quatro, tem um significado especial e diferente.

O noivo é vestido pelos seus pais e vai a casa da noiva levando dinheiro e presentes aos familiares dela, assim eles deixam ela ir para se casar. Ela não deve tocar com os pés no chão até chegar ao local do casamento, devendo ser carregada no colo ou em caixas vermelhas de transporte. Os noivos ajoelhados servem chá aos pais, pedindo permissão ao casamento e depois seguem até o local da cerimonia, que é simples e assistida pelas pessoas que fazem parte da família. O noivo cobre a cabeça da noiva com um véu vermelho. Num altar eles prestam homenagens ao céu, a terra e aos ancestrais, servem chá aos seus pais novamente e fazem reverencia um ao outro, terminando a cerimônia.


Os noivos servem chá para os convidados e recebem os envelopes vermelhos com as ofertas em dinheiro e jóias. Na noite de núpcias do casal, além dos lençóis vermelhos há velas enfeitadas com dragões que afastam os espíritos maus. Os noivos tomam vinho em taças com fitas vermelhas com os braços entrelaçados, gesto que representa na cultura chinesa os votos formais de casamento.

Apesar de toda essa cultura, hoje em dia é menos comum utilizar as tradições passadas nos países asiáticos. Cada vez mais as tradições ocidentais tomam conta das dos casamentos tradicionais. Os noivos estão optando por usar os típicos vestidos brancos e terno para os homens, e muitos celebram o casamento de acordo com as tradições da igreja católica - embora não sejam desta religião. Esse casamento é feito para imitar perfeitamente um matrimônio ocidental, com padre (que é um ator, e conduz o casamento em inglês), madrinhas, damas, chuva de arroz, etc. Os japoneses mais jovens acham bem mais interessante casar em um parque de diversões como a Disney, com carruagem prateada e garçons vestidos como pajens medievais, do que em um templo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Sua presença é muito importante para mim, mas não esqueça de ler o post todo antes viu ;) ... e sinta-se a vontade para expressar seus sentimentos '-' mas sem deixar a boa educação de lado (aqui só tem príncipes e princesas educadíssimos!)

Campanha: Comente e deixe a Day-chan feliz ! Seu dedinho não cairá <3